Vereadora de Santo André é acusada de fraudar INSS

Por Metro Jornal ABC

A vereadora de Santo André Elian Santana (SD) é acusada de manter em seu gabinete na Câmara um esquema nacional de fraudes para antecipar a aposentadoria de dezenas de pessoas.

Ela e outros três acusados foram presos temporariamente por cinco dias prorrogáveis por mais cinco ontem.

De acordo com os delegados que comandam as investigações, policiais encontraram provas no gabinete da vereadora, como  requerimentos, processos de concessão de aposentadoria e documentos de pessoas interessadas.

Um dos detidos é um funcionário do INSS da agência de Diadema, que inseria documentos falsos no processo para antecipar em até cinco anos a aposentadoria.  A polícia encontrou na casa dele R$ 42 mil e US$ 3 mil em espécie.

A rapidez com que os processos eram liberados pelo funcionário, cerca de 5 minutos, e o grande número de benefícios para outros estados com uso de procuração na agência chamaram a atenção do setor de inteligência do INSS, que acionou a Polícia Federal. Os beneficiários eram de locais como DF, ES e MG.

A defesa da vereadora foi procurada, mas não se pronunciou até noite desta segunda-feira. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo