Prefeitura de São Paulo realiza operação contra o comércio irregular no Centro

Por Metro Jornal

A Prefeitura de São Paulo, a Guarda Civil Metropolitana e a Polícia Militar realizam, na manhã desta segunda-feira (26), uma operação contra o comércio irregular no Centro da cidade.

A administração municipal vai proibir que camelôs se instalem no Brás, mais especificamente no perímetro que vai do Largo da Concórdia até a Avenida Rangel Pestana, próximo à estação da CPTM. A ação está sendo planejada há meses e conta com o apoio de várias secretarias.

Leia mais:
Metrô começa semana com problemas nas linhas 2-Verde e 3-Vermelha
Primeira fase da Fuvest tem a menor abstenção em oito anos

A Prefeitura informa que a ação consiste em ocupar esse perímetro – que estava sendo usado por ambulantes ilegais – e liberar o local para melhorar a mobilidade da área. 50 GCMs e 90 PMs participam da operação, batizada de Operação Comércio Legal, que se estenderá até depois do Carnaval.

Segundo o governo municipal, por ali circulam por dia cerca de 330 mil pessoas e foi mapeada a presença de 1.205 ambulantes, nenhum deles com TPU (Termo de Permissão de Uso). Por outro lado, existem 211 lojas de comerciantes legalizados na área.

O Brás conta com 55 ruas comerciais, onde funcionam 5 mil lojas, gerando 150 mil empregos diretos e 300 mil indiretos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo