Pais de Madeleine McCann falam sobre nova teoria investigada: 'é insultar a nossa inteligência'

Por Victória Bravo

Os detetives britânicos da Scotland Yard que lideram a investigação sobre o desaparecimento de Madeleine McCann voltaram a examinar a teoria de que a garotinha escapou do apartamento de férias na Praia da Luz, em Portugal, para procurar seus pais.

No entanto, Gerry e Kate McCann responderam que consideraram a teoria “ridícula”, já que a criança de quase três anos não conseguiria abrir as janelas pesadas no quarto onde dormia com seus dois irmãos – na época, ainda bebês.

Uma fonte da família disse ao The Sun: “Kate e Gerry sempre pensaram que sua filha foi sequestrada e simplesmente não se levantou e escapou. Sugerir isso é quase ridículo. Havia venezianas pesadas impossíveis de abrir para uma criança pequena”, revelou.

Kate já havia discutido em detalhes a possibilidade da menina haver escapado e sofrido um acidente fatal em seu livro sobre o desaparecimento, ela disse: "Eu sempre achei que a terceira sugestão é insultar a nossa inteligência. Obviamente, a polícia é obrigada a considerar todos os cenários possíveis, mas não temos dúvidas de que Madeleine não havia deixado o apartamento sozinha", escreveu.

Kate e Gerry, ambos médicos, nunca perderam a esperança de que sua filha, agora com 15 anos, ainda possa estar viva.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo