Pedófilo atraía adolescentes pelo Whatsapp prometendo carreira no futebol

Por Metro Jornal

C.A.S. J. (o nome está sendo mantido em sigilo pela polícia) se apresentava como empresário do futebol para adolescentes na faixa dos 15 anos, pelo Whatsapp, e prometia presentes e até mesmo uma carreira no futebol em troca de relações sexuais.

Tudo começava com uma troca de mensagens pelo aplicativo de mensagem, onde aos poucos ele ia ganhando a confiança dos garotos para depois pedir fotos deles nus e em posições eróticas. O segundo passo era marcar encontro com para manter relação sexual com os adolescentes. Seus alvos preferidos eram garotos que participavam de escolinhas de futebol.

LEIA TAMBÉM:
Passagens mais baratas! A guerra das companhias aéreas pelo sistema low cost
Fuvest 2019: confira o local de prova e concorrência por vaga do vestibular

Ao ser preso, ele confessou o crime e citou, de cabeça, o nome de 26 vítimas entre as quais “se lembrava”, mas a polícia encontrou em sua casa, no município de Santa Maria, Rio Grande do Sul, celulares com cerca de 2 mil fotos pornográficas de adolescentes.

A polícia só conseguiu chegar ao pedófilo porque a mãe de uma das vítimas encontrou as mensagens trocadas do falso empresário prometendo um par de chuteiras e combinando um encontro em um dos hotéis da cidade. Ela faz a captura da tela e mandou para a polícia

O caso está sendo tratado pela Polícia do Rio Grande do Sul como um verdadeiro “mercado de prazeres sexuais”, onde adolescentes eram atraídos para a prostituição.

Com informações do Jornal Extra.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo