Brasileiro é condenado à prisão perpétua por assassinar parentes na Espanha

Por Metro Jornal com BandNews FM

A justiça espanhola condenou, nesta quinta-feira (15), o paraibano François Patrick Gouveia a três prisões perpétuas por esquartejar dois tios e assassinar dois primos.

A pena será revisada a cada 25 anos.

As prisões perpétuas são pela morte do tio Marcos Campos e de dois primos, de 1 e 4 anos.

Pelo assassinato da tia, Janaína Américo, a pena estipulada foi de 25 anos.

Leia mais:
Homem acusado de agressão por homofobia pode pegar até 30 anos de prisão
Cientistas sintetizam molécula que elimina vírus da hepatite C

Entenda o caso
A chacina da família de paraibanos aconteceu entre os dias 17 e 18 de agosto de 2016, na cidade de Pioz. Os corpos só foram no chalé onde o crime foi cometido um mês depois.

Patrick, que é sobrinho de Marcos, fugiu para o Brasil assim que as autoridades espanholas encontraram os corpos. Com a pressão da Espanha, agentes brasileiros prenderam Patrick. Com negociação, o assassino se entrou à Justiça espanhola.

Ele ficará preso na Espanha, onde está detido desde novembro de 2016.

Exames apontaram que Patrick Gouveia tem distúrbios neurológicos. Laudo psicológico chega a apontá-lo como psicopata.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo