Polícia busca trajeto de fuga dos assassinos do médico Roberto Kikawa

Por Metro Jornal

A polícia analisa nesta segunda-feira (12) imagens de câmeras de vigilância para tentar descobrir o trajeto de fuga dos dois bandidos que mataram o médico Roberto Kikawa.

O fundador da Carreta da Saúde, iniciativa que leva atendimento a pacientes de baixa renda em unidades móveis, foi morto na noite do último sábado no bairro do Ipiranga, na zona sul de São Paulo. O doutor, de 48 anos, foi baleado na axila e no peito.

Leia mais:
Morto em tentativa de assalto, Roberto Kikawa levou unidades médicas à comunidades
Médico Roberto Kikawa foi confundido por policial, diz testemunha

A polícia também faz uma nova perícia no carro do médico para tentar encontrar pistas dos criminosos. Roberto Kikawa foi baleado quando deixava a secretária e a filha adolescente no prédio em que elas moravam depois de uma reunião.

Segundo testemunhas, dois criminosos anunciaram o assalto e o médico foi atingido pelos disparos no momento em que abriu a porta do carro. O segundo tiro aconteceu quando os bandidos estavam fugindo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo