PMs são presos em operação contra milícias no Rio

Por Metro Jornal com BandNews FM

Dois policiais militares foram presos em uma operação realizada na manhã desta segunda-feira (12) pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e pelo Ministério Público. Eles são suspeitos de integrar uma milícia que atua nas zonas norte e oeste do Rio de Janeiro.

De acordo com as investigações, a quadrilha cobra de moradores e comerciantes o pagamento de taxas para serviços de segurança, exploração ilegal do comércio de gás e sinais clandestinos de internet e TV a cabo.

Leia mais:
Polícia busca trajeto de fuga dos assassinos do médico Roberto Kikawa
Mais de 20 famílias estão desabrigadas após deslizamento em Niterói

Outros três suspeitos com mandados de prisão expedidos estão foragidos. Os agentes também apreenderam celulares, armas e drogas.

Segundo o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, o bando atuava nas comunidades de Campinho, do Fubá, em Madureira, Quiririm, em Vila Valqueire, da Caixa d'agua, em Quintino, Chacrinha, na Praça Seca e Jordão, na Taquara.

Entre os denunciados, estão Leonardo Luccas Pereira, conhecido como Leleo, 2L ou Panda, Diego Luccas Pereira, vulgo Playboy ou Maradona, Edmilson Gomes Menezes, chamado de Macaquinho, Bruno Rodrigues Guarany de Carvalho, conhecido como Skank ou Sk, e Rafael Ávila, o Manteigão ou Papel.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo