Garota sem CNH provocou acidente que matou família

Por Metro Jornal Campinas

O acidente em que morreram pai, mãe e filho de Campinas (SP), no dia 7 de outubro, na BR 050, em Minas Gerais, foi causado por um carro que era conduzido por uma jovem de 21 anos, que não tinha habilitação e que voltava de uma festa com consumo de bebidas alcoólicas.

Esse é o resultado do lado divulgado ontem pela Polícia Civil de Araguari, no Triângulo Mineiro, onde o acidente foi registrado.

O resultado da perícia mostrou que o carro dirigido pela garota – que estava com mais duas amigas – provocou a batida que jogou o veículo da família em ribanceira.

No acidente, morreram Alessandro Monare, 37 anos, a mulher dele, Bekis, 35, e o filho deles, Samunel, de 8 anos. Benjamin, de 6 anos, foi o único sobrevivente.

Os Monare só foram encontrados dois dias depois, porque Benjamin conseguiu voltar para a estrada e chamar a atenção de motoristas que passavam pelo local.

A família voltava de Rio Quente (GO), onde havia passado o fim de semana para comemorar o aniversário da mãe das crianças.

Depoimentos colhidos pela polícia revelaram que as três garotas voltavam de uma festa em Uberlândia, onde houve consumo de bebida alcoólica. De acordo com a policia, a garota que dirigia o carro vai ser indiciada por três homicídios qualificados.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo