Doria coloca ex-diretor dos hospitais Albert Einstein e Sírio Libanês na Saúde

José Henrique Germann Ferreira foi anunciado ontem pelo governador eleito como futuro secretário. Produtor rural e anti-MST, Gustavo Junqueira será titular da Agricultura

Por Metro Jornal
Secretários joão doria

O governador eleito, João Doria (PSDB), anunciou na quinta-feira (8) na capital mais dois nomes para o secretariado do seu governo, que começa em janeiro do ano que vem: José Henrique Germann Ferreira comandará a Saúde e Gustavo Junqueira será o titular da Agricultura.

Com experiência no setor privado, onde ocupou cargos de direção nos conceituados hospitais Albert Einstein e Sírio Libânes, Germann Ferreira terá como uma das missões replicar no estado programas que foram lançados por Doria quando prefeito da capital.

Entre os planos estão o Corujão da Saúde, para zerar filas de exames e cirurgias na rede pública, com auxílio de unidades particulares, e o Redenção, para atendimento médico dos dependentes químicos, como os que vivem na região da Cracolândia, no centro.

Produtor rural e ex-presidente da Sociedade Rural Brasileira, Junqueira afirmou que levar modernidade e tecnologias sustentáveis ao campo será uma das prioridades da sua gestão.

Em discurso alinhado com o do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), o futuro secretário classificou a reforma agrária como “obsoleta” e chamou os movimentos sem terra, como o MST, de “terroristas”.

“Nenhuma propriedade privada pode ser invadida e o governo do estado não vai permitir que esses abusos ocorram”, afirmou.

Equipe em formação

Doria também se encontrou ontem com o presidente Michel Temer (MDB) e tratou da liberação de recursos. O tucano já anunciou que três atuais ministros de Temer (MDB) terão pastas no seu governo: Gilberto Kassab (Casa Civil), Sérgio Sá Leitão (Cultura) e Rossieli Soares (Educação).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo