Advogado de 18 anos é elogiado após ser o mais jovem a defender caso no STF

Por Metro Jornal

O STF (Supremo Tribunal Federal) ficou surpreso com a presença do advogado brasiliense Mateus Costa Ribeiro na quinta-feira (8). O jovem brasiliense, de apenas 18 anos, se tornou o mais jovem a defender um argumento na tribuna da mais alta Corte brasileira.

Ribeiro foi aprovado no curso de direito da UnB (Universidade de Brasília) com apenas 14 anos e precisou entrar na Justiça para poder estudar no ensino superior. Depois de quatro anos de curso – o normal é a formação em cinco – ele passou de primeira no exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), sendo assim o mais jovem a exercer a profissão no país.

Leia mais:
Confira a cotação do dólar e do euro nesta sexta-feira, 9 de novembro de 2018
Temer liga sanção de reajuste a fim de auxílio-moradia

Para os ministros do STF, o advogado apresentou uma ação direta de inconstitucionalidade contra lei estadual do Rio Grande do Sul que proibiu revistas íntimas de patrões a empregados. A resolução da matéria, porém, foi adiada.

O relator do caso, ministro Luiz Edson Fachin, elogiou Ribeiro: “Vou cumprimentar o jovem advogado que consumou pela primeira vez na tribuna fazendo uma sustentação oral que já o coloca no exercício escorreito do mundo da advocacia. Portanto, o congratulo efusivamente”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo