Justiça cobra dívida e determina penhora de taça de Mundial do Corinthians

Por Metro Jornal

A Justiça determinou a penhora da taça do Mundial de Clubes de 2012 do Corinthians, como forma de cobrança de uma dívida do clube com o Instituto Santanense de Ensino Superior. A decisão foi expedida pelo juiz Luis Fernando Nardelli, da 3ª Vara Cível de São Paulo, nesta quinta-feira (8).

Há 10 anos, a instituição de ensino cobra do Corinthians uma dívida de R$ 2,48 milhões, que nunca foram pagos. O valor é referente a um processo que, em 2010, teve decisão favorável ao instituto.

Pelo vice-campeonato na Copa do Brasil deste ano, o clube recebeu cerca de R$ 20 milhões. Porém, não houve repasse do dinheiro e a instituição alegou uma manobra do Timão para não pagar.

Andres Sanchez Presidente do Corinthians, Andres Sanchez / Ofotográfico/Folhapress

Leia também:
Aplicativo do Detran te lembra quando fazer a manutenção do carro
Boletos vencidos de todos os tipos poderão ser pagos em qualquer banco

'Pelo menos, temos Mundial'

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, concedeu uma entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, na zona leste de São Paulo, e ironizou a decisão judicial, classificando a ação como "midiática". "Pelo menos, o Corinthians tem duas taças de Mundial", disse aos jornalistas.

Segundo ele, ambas as partes negociavam um acordo e garantiu que o clube irá quitar a dívida nos próximos dias.

O time conquistou o título em dezembro de 2012 ao vencer o Chelsea por 1 a 0 no Japão.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo