Mais dois suspeitos de participarem da morte do jogador Daniel se entregam à polícia

Por Metro Jornal

Dois suspeitos de participarem da morte do jogador Daniel Corrêa Freitas se entregaram à Polícia Civil de São José dos Pinhais, no Paraná, nesta quinta-feira (8). Ygor King, de 19 anos, e David Willian da Silva, de 18 anos, se apresentaram às 10h30 desta quinta-feira (8).

Na quarta-feira (7), a 11ª Vara Criminal de São José dos Pinhais havia expedido mandados de prisão para três suspeitos: Ygor, David e Eduardo Henrique da Silva, de 19 anos, que já havia se entregado em Foz do Iguaçu, na divisa com o Paraguai. As prisões são temporárias, de 30 dias, e devem ajudar a solucionar o crime.

Leia mais:
Polícia tenta esclarecer dúvidas sobre o assassinato do jogador Daniel
Promotor não crê em estupro no caso Daniel; novo suspeito é preso

A polícia acredita que os três jovens participaram do assassinato do atleta no dia 27 de outubro – eles teriam espancado a vítima. A defesa de Ygor e David afirmou que os dois suspeitos estavam com Edison Brittes Júnior, 38 anos, no carro que levou Daniel para a área rural, mas negou que eles tivessem participado da morte do jogador.

Edison é o principal suspeito pela morte de Daniel Freitas. O empresário confessou o crime, mas afirmou ter agido após flagrar o atleta estuprando sua esposa, Cristiana, 35 anos. Ela e uma filha do casal, Allana, 18 anos, também foram detidas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo