Companhias aéreas ampliam voos internacionais em Fortaleza

Por BandNews FM

A empresa aérea brasileira Gol começou nesta semana a fazer voos para Miami e Orlando, nos Estados Unidos, partindo de Fortaleza, no Ceará. Também neste ano, três companhias estrangeiras deram início a operações internacionais tendo a capital nordestina como destino: Air France, KLM e Copa.

A expectativa é que, até o fim de 2018, 48 voos estejam disponíveis para cidades americanas, da Europa e da Ásia. Um dos motivos para o crescimento de rotas internacionais no aeroporto da cidade é a redução do ICMS, imposto regional cobrado sobre o querosene de aviação nas rotas domésticas.

A alíquota foi cortada de 25% para 12%, o que resultou no aumento da oferta, afirma o presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas, Eduardo Sanovicz. Dezoito Estados fizeram acordos parecidos nos últimos anos. "Em todos os acordos, o Estado baixa o ICMS tendo, como contrapartida, uma ampliação da conectividade doméstica ou internacional."

Leia mais:
Bolsonaro oficializa início de transição com visita a Brasília
Azul é a cor da prevenção do câncer de próstata

Para o consumidor, as vantagens vão além do aumento da oferta de voos; a distância entre Fortaleza e Lisboa, por exemplo, é de 5.600 quilômetros, 2.350 quilômetros menor do que a de São Paulo e a capital portuguesa

"A economia de tempo pode chegar a sete horas. Muitas vezes, você precisava ficar quatro, cinco horas em São Paulo para esperar o próximo voo. Agora, mesmo para quem não mora em Fortaleza ou Recife, que foram as cidades mais privilegiadas com novos voos, mas mora em João Pessoa ou Natal, a conexão é mais rápida", diz o economista e editor o site Melhores Destinos Leonardo Cassol.

O preço também compensa: uma pesquisa feita pelo aplicativo Vah no último dia 31 mostra um voo de ida e volta Fortaleza-Miami, ainda na baixa temporada, vendido a R$ 1.949, 38,3% menos do que o valor cobrado por quem faz a viagem com a conexão em Guarulhos. Voar de Manaus para Miami direto sai 31% mais em conta.

Para quem mora no Sudeste, ainda compensa financeiramente ir direto, saindo de Guarulhos, em vez de parar no Nordeste ou no Norte; mas podem haver boas oportunidades. "Quem tem milhas pode emitir o trecho interno com elas, ficar descansando um pouco no Nordeste e depois seguir viagem", sugere Leonardo Cassol.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo