Motoristas gastam em média R$ 246 por mês em estacionamento

Por Metro Jornal

A cidade de São Paulo tem a maior frota de veículos do Brasil – são 8,6 milhões, sendo 6 milhões de carros, segundo o Detran-SP.

Em muitas regiões com maior quantidade de comércio ou educação, a procura por uma vaga de estacionamento é uma batalha. Vence quem chega cedo ou dá sorte de encontrar um espaço entre os automóveis estacionados.

Sem ter onde deixar o carro, muitos motoristas acabam desembolsando com vagas de rua rotativas, conhecidas como Zona Azul – em que o motorista paga R$ 5 por hora de uso e não pode ficar mais de duas horas no mesmo local.

Leia mais:
Psiquiatra utiliza ecstasy para tratar pacientes com estresse pós-traumático
LG deve apresentar smartphone dobrável no próximo ano

Mas uma solução ainda mais comum, e mais cara, é a utilização de estacionamentos. Segundo um balanço da Cuponation, o paulistano gasta, em média, R$ 246 por mês para deixar o carro em um estacionamento. Em um ano, o custo pode chegar a R$ 2,5 mil.

A plataforma compilou um infográfico comparando preços de 12 estacionamentos de 11 diferentes regiões de São Paulo: Centro, Jardins, Pinheiros, Lapa, Vila Madalena, Mooca, Tatuapé, Barra Funda, Brás, Butantã e Congonhas. Os preços foram disponibilizados pelo aplicativo ParkMe.

A região mais cara, de acordo com o levantamento, é Jardins, na zona oeste da capital paulista. O motorista paga, em média, R$ 13 para estacionar por uma hora. Já os mensalistas desembolsam R$ 327.

Na outra ponta, o bairro da Mooca, na zona leste, tem o preço mais em conta entre as regiões pesquisadas: R$ 5,75 por uma hora e R$ 168 por mês.

Acesse o levantamento completo pelo portal da Cuponation.

Estacionamento Levantamento com preços de 12 estacionamentos do Centro da cidade de São Paulo. / Reprodução/Cuponation
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo