João Doria x Márcio França: relembre a campanha para o governo de SP

Por André Vieira/Metro São Paulo

A campanha começou em 16 de agosto e largaram na frente João Doria (PSDB), ex-prefeito de São Paulo e defensor do legado tucano, e Paulo Skaf (MDB), desafiante pela terceira eleição seguida. O governador Márcio França (PSB) e Luiz Marinho (PT) disputam o terceiro lugar.

Alckmin sem palanque
“Impedido” de apoiar formalmente o seu antigo vice, França, e ausente nas atividades e propagandas do afilhado, Doria, o presidenciável tucano Geraldo Alckmin (PSDB) foi deixado de lado no estado que o elegeu governador três vezes.

Skaf Skaf foi derrotado pela terceira vez na disputa pelo governo do estado / Eduardo Knapp/Folhapress

Esconde Temer, chama Lula
Enquanto Skaf tentava se desvencilhar do impopular colega e presidente Michel Temer (MDB), Marinho fazia o que podia para se associar ao ex-presidente Lula (PT), presença constante em suas propagandas e discursos.

Doria ataca França na TV

França Propaganda de Doria mostrou França antes da cirurgia

João Doria exibe propaganda em que França aparece obeso e o associa ao PT. “Parecem dois candidatos, mas é um só”, diz a peça, que foi bastante criticada. França se submeteu a uma redução de estômago para combater a diabetes.

Surge o voto ‘Bolsodoria’
Com a estagnação de Alckmin nas pesquisas, Doria passa a associar sua imagem e discurso ao candidato Jair Bolsonaro (PSL). Mais tarde, após o primeiro turno, em reunião da Executiva do PSDB, Alckmin insinuaria que Doria o teria traído.

Disputa pela liderança
Doria e Skaf disputam o primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto durante quase toda a campanha, ambos com entre 20% e 25%. Até então com 5%, França cresce na reta final, chega aos dois dígitos e se descola de Marinho.

Doria liderou a corrida e foi para o segundo turno em primeiro lugar Doria liderou a corrida e foi para o segundo turno em primeiro lugar / Ananda Migliano/Folhapress

João Doria x Márcio França: relembre a campanha para o governo de SP

Arrancada de França
Com surpreendente arrancada, França ultrapassa Skaf por apenas 89 mil votos e vai para o segundo turno com Doria. O tucano atinge 31,7% dos votos válidos, e o pessebista, 21,5%. Skaf, que recebeu 21%, anuncia apoio a França.

Debates em clima de guerra e vídeo
Doria e França sobem o tom nos dois primeiros debates e trocam as propostas por ataques pessoais. O clima só fica ameno no terceiro debate, mesmo dia em que foi divulgado vídeo de sexo associado a Doria, que perícia diz ser uma montagem.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo