CPTM terá de indenizar passageira abusada sexualmente no trem

Por Metro Jornal

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) foi condenada pelo juiz Felipe Poyares Miranda, da 16ª Vara Cível, a pagar R$ 7 mil de indenização por danos morais a uma passageira que foi abusada sexualmente no trem em outubro de 2011. A sentença foi anunciada na segunda-feira e cabe recurso.

A companhia, em nota, disse repudiar todo e qualquer tipo de abuso sexual e que irá recorrer da decisão pois, em 80% dos casos, a Justiça não considera a companhia como culpada pelo ato doloso de terceiros.

De acordo com a CPTM, “nos últimos anos, os treinamentos de empregados da área de segurança para atendimento às vítimas de abuso sexual foram intensificados, assim como as campanhas de conscientização para estimular as denúncias”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo