João Doria entra com pedido na Justiça Eleitoral para investigar vídeo sexual

Por Estadão Conteúdo

O candidato do PSDB ao governo de São Paulo nas eleições 2018, João Doria, entrou com pedido para que a Justiça Eleitoral investigue o episódio sobre um vídeo de cena de sexo, veiculado na terça-feira, 23, nas redes sociais.

Em representação apresentada nesta quarta-feira, 24, o tucano citou pareceres de peritos criminais para afirmar que as imagens eram falsas e teriam por objetivo interferir no resultado da eleição.

Leia mais:
João Doria diz que processará autores de vídeo de sexo
CPTM terá de indenizar passageira abusada sexualmente no trem

"O parecer atesta a falsidade do vídeo veiculado na terça-feira em redes sociais para difamar o candidato João Doria, com claro objetivo de influenciar o resultado das eleições para governador de São Paulo", afirma a campanha.

Em nota, a campanha afirmou ter anexado à representação laudos dos peritos criminais Rosa Maria Coronato Melkan, professora da Academia de Polícia Civil do Estado de São Paulo, e Marcos Olyntho Brandão Godoy, ex-diretor do Núcleo de Engenharia do Instituto de Criminalística de São Paulo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo