Policiais de SP envolvidos em tiroteio em Juiz de Fora vão para presídio em MG

Por Metro e Rádio Bandeirantes

Os quatro policiais civis de São Paulo envolvidos em tiroteio com agentes de Minas em Juiz de Fora (MG) foram transferidos ontem para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (Grande BH), depois de terem a prisão preventiva decretada pela Justiça mineira.

Eles foram autuados em flagrante na última sexta-feira por lavagem de dinheiro. A confusão aconteceu quando os mineiros desconfiaram dos agentes paulistas, sem saber que eram policiais. Houve troca de disparos, um policial mineiro morreu e dois paulistas ficaram feridos. Após o confronto, os policiais mineiros encontraram quase R$ 15 milhões em dinheiro com o outro grupo – a maioria em notas falsas.

Presos, os paulistas disseram em depoimento que faziam um trabalho particular de escolta, contratados por um empresário da área de segurança. Outros quatro policiais paulistas foram liberados e três mineiros autuados por prevaricação. Eles foram liberados porque se comprometeram a comparecer a audiências.

Um segurança ficou ferido foi internado e indiciado por homicídio –ele seria o autor do disparo que matou o policial mineiro.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo disse que delegados da Corregedoria da Polícia Civil e do Departamento de Polícia Judiciária da Capital paulista estão em Juiz de Fora “para acompanhar e apurar todas as circunstâncias do caso e verificar o que os agentes faziam na cidade fora do horário de trabalho. Comprovados desvios de conduta, os policiais envolvidos responderão administrativa e criminalmente”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo