Em SP, comitê de Doria é alvo de buscas da Justiça por suposto material irregular

Por Estadão Conteúdo

A Polícia Federal (PF) fez buscas nesta sexta-feira (19) no comitê do candidato ao governo de São Paulo João Doria (PSDB) nas eleições deste ano. Os agentes acompanharam um oficial da Justiça Eleitoral "para cumprimento de medidas administrativas" e foram ao local atrás de material irregular da campanha do tucano, denunciado pela campanha adversária do tucano.

Leia mais:
Haddad critica ‘silêncio absoluto’ do TSE sobre compra de mensagens de WhatsApp
Bolsonaro e Haddad têm propostas antagônicas para direitos humanos

O comitê de Doria fica em um edifício no centro da capital paulista. Segundo a assessoria do tucano, a Coligação Acelera São Paulo está "organizando um grande adesivaço em todo o Estado" para este sábado (20).

"Durante a semana, detectou-se que numa pequena fração dos impressos não havia a menção ao CNPJ. A distribuição desse lote foi suspensa. O material ficou retido na sede do Comitê eleitoral", afirmou a assessoria de João Doria.

"A campanha está segura de que o material que distribui está perfeitamente adequado a todos os requisitos da legislação eleitoral."

A PF informou que uma equipe foi destacada para acompanhar o oficial de Justiça e dar "cumprimento a medidas administrativas da Justiça Eleitoral".

Veja a íntegra da nota divulgada:

"A Justiça Eleitoral cumpriu na manhã de sexta-feira, 19, mandado de busca e apreensão de material de campanha, supostamente em desacordo com a Lei Eleitoral, ao acatar representação de campanha adversária.

A Coligação Acelera São Paulo está organizando um grande adesivaço em todo o Estado de São Paulo para o sábado, 20. Durante a semana, detectou que numa pequena fração dos impressos não havia a menção ao CNPJ. A distribuição desse lote foi suspensa. O material ficou retido na sede do Comitê eleitoral.

O adesivaço será realizado no sábado e a campanha está segura de que o material que distribui está perfeitamente adequado a todos os requisitos da legislação eleitoral".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo