São Paulo vira capital gastronômica italiana por uma semana

Por Ansa

Do dia 22 a 28 de outubro, a cidade de São Paulo será capital da gastronomia italiana. Renomados chefes das 20 regiões da Itália assumirão a cozinha de 20 restaurantes paulistanos, com menus inspirados na culinária local. O evento, chamado de "Settimana della Cucina Regionale Italiana", oferece menus a preço fechado com entrada, um ou dois pratos principais e sobremesa, inspirados em cada uma das 20 regiões da Itália, como Toscana, Sicília, Calábria, Ligúria, Piemonte, Lazio, Vêneto e Puglia.

Entre os restaurantes participantes, estão Terraço Itália, Maremonti Trattoria, Ristorantino, Picchi, Trattoria Fasano, Attimo Per Quattro e Buttina. Dos 20 chefes italianos, quatro atuam em restaurantes premiados pelo Guia Michelin: Paolo Masieri (Ligúria), Mara Zanetti Martin (Vêneto), Luca Abbruzzino (Calábria) e Duccio Pistolesi (Toscana).

Com apenas 29 anos de idade, Luca Abbruzzino é considerado um dos maiores talentos da nova geração da gastronomia italiana.

Começou a carreira como auxiliar do pai Antonio na cozinha do Abbruzzino, assumindo o seu posto em 2012 e conquistando a cobiçada estrela Michelin no ano seguinte. Em 2015, Luca foi eleito chefe revelação do guia L'Espresso.

Ele ficará na cozinha do Tre Bicchieri e preparará, entre outros pratos, mozarela de camarão, cordeiro com creme de queijo caciocavallo e sorvete com nozes, mel, canela e laranja.

Ao longo da Settimana, serão oferecidas 160 receitas nos 20 restaurantes – preparadas a quatro mãos, por um chefe brasileiro e um italiano-. Os menus podem ser consultados no site do evento: www.settimanacucinaitaliana.com.br

Chegando à sua sétima edição, a Settimana della Cucina Regionale Italiana foi criada em 2012 e ganhou tanta repercussão que hoje é realizado em 100 países. O evento é idealizado pela Accademia Italiana della Cucina e pelo Instituto Italiano de Cultura de São Paulo, com apoio do consulado da Itália em São Paulo e da Italian Trade Agency (ITA).

"A enogastronomia é um dos elementos que melhor caracterizam a identidade cultural italiana. É o resultado de séculos de tradição na produção de ingredientes e na criação de aromas e sabores, que começam com procedimentos artesanais inventados e aperfeiçoados pelos antigos romanos e chegam aos dias de hoje por meio da capacidade inventiva de milhões de famílias italianas que, utilizando ingredientes disponíveis na própria região e em diversas épocas do ano. Esta caracterização regional foi levada em conta na idealização da Settimana", disse Filippo La Rosa.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo