Enem: Governo fará alertas para estudantes sobre início do horário de verão

Por Rádio Bandeirantes

O governo vai fazer uma campanha para evitar problemas no dia da primeira prova do Enem por causa do começo do horário de verão. O próprio Planalto pensou em transferir a mudança no relógio em algumas regiões do país de 4 para 18 de novembro.

Favorável à ideia, o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, disse que acabou prevalecendo a data original em razão de um pedido das companhias aéreas. À meia-noite de sábado, dia 3, para domingo, 4 de novembro, moradores de 10 Estados e do Distrito Federal deverão adiantar o relógio em uma hora.

Leia mais:
Pesquisadoras brasileiras criam sorvete que alivia sintomas em pacientes sob quimioterapia
‘Uber do dentista’, aplicativo ajuda a marcar consultas odontológicas

Segundo Rossieli Soares, é preciso que os alunos estejam mais atentos do que nunca para não perder a hora da prova. Na manhã desta terça-feira (16), o ministro participou do 5º Fórum da Educação e Inovação, promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais, em São Paulo.

Normalmente, o horário de verão começa no segundo ou terceiro domingo de outubro, mas o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pediu que ele fosse postergado para depois do segundo turno das eleições, que acontece em 28 de outubro. O horário vai terminar no dia 17 de fevereiro de 2019.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo