Autoescola fraudava digitais com dedos de silicone em São Caetano

Por Brasil Urgente

Por meio de uma denúncia anônima, policiais prenderam o dono de uma autoescola, localizada no centro de São Caetano, que fraudava as digitais dos clientes com moldes de dedos de silicone. Com isso, os usuários não precisavam comparecer presencialmente ao local para realizar os testes de aprendizagem obrigatórios.

O proprietário do espaço, um homem de 30 anos, e mais uma pessoa que realizava o procedimento de coleta da digital no momento do flagrante, foram presos. O cliente foi liberado após audiência de custódia e vai responder em liberdade. Os dois são acusados por inserção de dados falsos no sistema informatizado da administração pública e associação criminosa.

Outra pessoa foi presa em um endereço relacionado ao da autoescola por porte ilegal de arma, mas pagou fiança e também foi liberada.

Segundo os investigadores, os principais alvos do esquema eram pessoas com baixa escolaridade.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo