Jovem tem barriga marcada com canivete por usar camiseta escrito 'Ele Não'

Por Metro Jornal

Uma jovem de 19 anos foi agredida por três homens no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre (RS). O caso aconteceu na noite de segunda-feira (8), um dia após o primeiro turno das eleições, e ganhou repercussão a partir do relato de uma jornalista nas redes sociais.

A vítima, que não quis se identificar e evita dar entrevistas devido ao trauma, relatou à jornalista Ady Ferrer que estava a caminho de casa quando foi identificada pelo grupo a partir de uma camiseta com a mensagem "Ele Não", contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL). Ela também estampava a bandeira LGBT em sua mochila.

Ela contou que, ao descer do ônibus, foi agredida com socos e atacada verbalmente pelo grupo. Até que dois homens a seguraram pelos braços e, utilizando um canivete, um terceiro marcou sua barriga com um desenho semelhante a uma suástica, símbolo milenar frequentemente atribuído ao regime nazista alemão do século XX.

suástica na barriga Reprodução/Facebook

Leia também:
Na estrada há dois dias, menino de 6 anos pede socorro à caminhoneiro após acidente
Quadrilha usava piloto de fuga tetraplégico em assaltos

"Suástica ao contrário"

A jovem registrou um boletim de ocorrência por lesão corporal. Em entrevista ao G1, o delegado da Polícia Civil Paulo Cesar Jardim, responsável pela investigação, disse se tratar na verdade de uma "suástica ao contrário". A partir disso, ele entende que o autor do ataque não seria ligado a um grupo neonazista.

Agora, os policiais buscam imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os agressores.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo