Sete mil eleitores brasileiros devem votar domingo na Argentina

Por Agência Brasil

As urnas eletrônicas já estão sendo montadas na Argentina, onde cerca de 7 mil eleitores brasileiros estão habilitados a votar, a grande maioria (6.210) na capital, Buenos Aires. Elas serão testadas nesta sexta-feira (5) e no sábado (6), véspera das eleições no Brasil.

Leia mais:
No último debate antes do primeiro turno, candidatos criticam a polarização
Atraso na oferta de remédio pelo SUS prejudica pelo menos 312 mil pacientes

Em Buenos Aires, a votação será no prédio da embaixada brasileira (Cerrito nº 1.350), onde estão sendo instaladas oito urnas.

Podem votar lá os eleitores que vivem na capital e nas províncias de Buenos Aires, Santa Fé, Entre Rios, Chaco, Formosa, La Pampa, Neuquen, Rio Negro, Chubut, Santa Cruz e Terra do Fogo.

Os demais (cerca de mil), votarão nos consulados brasileiros nas províncias de Córdoba e de Mendoza.

O horário de votação na Argentina é igual ao do Brasil: os centros abrem às 8h e fecham às 17h. Está prevista a presença de observadores de organizações não governamentais (ONGs) cadastrados na Justiça Eleitoral brasileira.

Nas últimas eleições, apenas 50% dos eleitores brasileiros na Argentina votaram. Brasileiros no exterior votam apenas para presidente, mas, para isso, precisam tertransferido seus títulos para o país de residência.

Quem está em trânsito (como, por exemplo, os turistas) não pode votar. Nesse caso, eles terão que justificar o voto a partir do dia 8 de outubro e até 6 de dezembro.

Mais informações podem ser encontradas no endereço http://cgbuenosaires.itamaraty.gov.br/pt-br/eleicoes_2018.xml.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo