Homem é preso ao assediar mulher em ônibus em SBC

Por Metro ABC

Um homem foi preso após assediar uma jovem dentro de um ônibus intermunicipal na tarde de ontem, em São Bernardo.

O caso é o primeiro de repercussão do ABC a ser enquadrado na lei federal 13.718, que tornou crime atos de importunação sexual. Sancionada no fim do mês passado, a lei prevê de 1 a 5 anos de prisão para o agressor. O homem foi o primeiro também a ser autuado na Lei Tamires, que completa um ano neste mês e permite ao município multar a prática do assédio sexual na rede de transporte coletivo e demais locais públicos da cidade. A penalidade financeira é de R$ 6.548,76.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, repassadas pela Prefeitura de São Bernardo, o homem de 40 anos praticou o crime dentro do coletivo intermunicipal 165Bl1, que liga o Parque Represa Billings, em Santo André, ao Terminal São Bernardo, no Centro.

O homem teria se sentado ao lado da passageira, de 20 anos, e em seguida teria iniciado a agressão sexual com palavras e gestos enquanto se masturbava. Os demais passageiros perceberam o ocorrido e impediram a continuação da importunação.

A prefeitura diz que o agressor tentou fugir do ônibus, mas o motorista fechou as portas e dirigiu até a base da GCM (Guarda Civil Municipal) de São Bernardo.

O homem já tinha passagens por crimes de furto e roubo. Ele foi levado ao 1º DP, onde permanece detido, de acordo com informações da administração municipal.

Relembre

O Metro Jornal publicou reportagem em agosto em que mostrou que a Lei Tamires ainda não havia sido aplicada após 10 meses em vigor.

Na ocasião, a administração municipal informou que a GCM da cidade havia sido acionada três vezes pela população para atender casos de assédio em locais públicos. No entanto, as multas não foram aplicadas, de acordo com a prefeitura, porque os fatos não foram comprovados “após averiguação das autoridades”.

A lei 6597/17 foi sancionada em outubro de 2017 após casos de ejaculações dentro de ônibus em São Bernardo e em outras cidades da Grande São Paulo, incluindo a capital. Ela ganhou o nome Tamires em homenagem a uma mulher importunada no município. METRO ABC

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo