Queixas sobre despacho de mala sobem 90%

Por Band News FM

Um levantamento do site Reclame Aqui mostra que as queixas com relação ao despacho de malas em voos subiram quase 90%. Entre janeiro e agosto de 2017, foram 659 reclamações sobre o assunto. Em igual período deste ano, o número subiu para 1.240.

As queixas são de passageiros que levaram bagagem de mão e, por algum motivo, tiveram de despachar e foram cobrados por isso. Elas têm como alvo empresas aéreas, aeroportos, a Infraero e a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). “Algumas queixas têm como causa a falta de conhecimento por parte do consumidor. Outras são causadas pela falta de esclarecimento das regras por parte das companhias. Num aeroporto é uma coisa, no outro é outra. É preciso ter uniformidade”, diz o presidente do Reclame Aqui, Maurício Vargas.

A designer de sobrancelhas Chris Ladeira teve problemas numa viagem de Belo Horizonte (MG) para Londrina (PR). Apesar de usar a mesma mala, na ida, ela não precisou pagar o despacho; na volta, sim.

O administrador de empresas Renato Oliveira da Silva comprou passagens para os sogros de Recife (PE) para Manaus (AM) e pagou o despacho tanto para a ida quanto para volta, mas o casal foi cobrado novamente num dos trechos. “Minha sogra apresentou o comprovante na volta, disse que a taxa estava paga. A atendente disse que não estava paga, e pior: falou para eles que, se não quisessem levar a bagagem, que embarcassem sozinhos”, conta.

As queixas relacionadas às bagagens são 22% do total postado no site contra companhias aéreas. Em seguida, aparecem problemas no cancelamento de voo, reembolsos, cobranças abusivas e mau atendimento.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo