Criança argentina faz apelo para recuperar celular com fotos da mãe, que morreu de câncer

Miguel Retamar acompanhava a avó ao banco quando perdeu o telefone no táxi; agora, ele lançou um apelo nacional para recuperá-lo.

Por BBC Brasil

Um garoto de 11 anos causou comoção nacional na Argentina após perder seu celular. O aparelho continha vídeos, fotos e arquivos de áudio de sua mãe, que morreu de câncer.

Miguel Retamar disse ter ficado devastado depois de perder o telefone quando acompanhava sua avó ao banco na cidade de San Juan, no oeste do país.

Sua mãe, Pabla, morreu no início deste ano, aos 37 anos.

Desde que fez uma publicação no Facebook a respeito do celular perdido – e o post viralizou – Miguel foi entrevistado por redes de TV e jornais argentinos.

Ele disse que pegou um "remis" (serviço de transporte semelhante aos táxis e muito popular no país) com sua avó para o banco na última segunda-feira, mas percebeu, quando chegaram lá, que não estava com o telefone. O táxi já tinha ido embora.

"Eu não tenho tantas fotos nem vídeos, e eles me lembravam da minha mãe", lamentou em entrevista ao jornal Clarín.

Moradores oferecem recompensa pelo aparelho

A avó de Miguel, Amanda Castro, disse que ele estava muito triste. Os dois haviam ido ao banco sacar sua aposentadoria.

"Quando meu neto percebeu que perdeu o telefone, ele começou a chorar tanto que eu chorei também. Ele me disse que perdeu tudo da sua mãe", disse ela à rede de TV Canal 8.

Ela afirmou ainda que o neto é "minha muleta, meu apoio".

"Quando Miguel tinha um ano de idade, minha filha veio morar na minha casa. Nós o criamos juntos e, desde então, somos inseparáveis."

"Ela morreu há cinco meses, e a dor foi tão profunda que duvidei da minha própria fé", disse.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2071845449534681&set=a.258522937533617&type=3&theater


O tio de Miguel, Hugo Retamar, disse ao portal de notícias local Tiempo de San Juan que ligou para a empresa de transporte, mas eles disseram que o telefone provavelmente foi levado por outro passageiro sem que o motorista tivesse percebido.

"O valor não está no telefone em si, mas nas memórias preciosas de uma criança que acabou de perder a mãe", afirmou.

A família espera que a comoção nacional encoraje a pessoa que pegou o telefone a devolvê-lo.

De acordo com o jornal Diario La Provincia, moradores de San Juan começaram a oferecer recompensas a quem encontrar o aparelho.

©
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo