Petista é criticado em debate do SBT

Por Metro Jornal

Em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, o presidenciável Fernando Haddad (PT) foi o principal alvo de críticas durante o debate SBT/Folha/UOL realizado ontem. Jair Bolsonaro (PSL), que lidera os levantamentos, não foi por estar ainda internado.

Em interação com Marina Silva (Rede), Haddad disse que ela tinha responsabilidade pela crise por ter apoiado o impeachment de Dilma Rousseff. Marina rebateu dizendo que Temer era vice escolhido por Dilma.

Depois, Ciro Gomes (PDT) disse que, se puder, evitará escolher um petista para seu ministério, ao que Haddad respondeu  ter sido convidado por ele para ser seu vice, numa chapa definida pelo pedetista como “dream team”.

De olho no eleitorado feminino, Ciro e Cabo Daciolo (Patri) disseram que  ao menos metade de seus ministérios será de mulheres e Marina pediu o voto delas,  ressaltando ser a única mulher entre os candidatos.   


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo