Vida deve ter prioridade sobre economia, diz Papa

Por Ansa

O papa Francisco afirmou nesta segunda-feira (24) que a "vida" deve ter prioridade em relação à "economia", durante sua visita a Riga, capital da Letônia, segunda etapa de seu giro pelos países bálticos.

Leia mais:
Secretário admite que pode fechar o ano sem elucidar caso Marielle
Voo de São Paulo para Milão faz pouso de emergência nas Ilhas Canárias

Após ter discursado na Lituânia contra o totalitarismo, o líder da Igreja Católica voltou a abordar o tema da liberdade, pouco antes de visitar um monumento em homenagem aos mortos na Guerra de Independência da Letônia (1918-1920).

"Ao fim deste encontro, iremos ao Monumento da Liberdade, onde estarão presentes crianças, jovens e famílias. Estes nos lembram que a maternidade da Letônia encontra eco na capacidade de promover estratégias que sejam verdadeiramente eficazes e focadas nos rostos concretos dessas famílias, desses idosos, dessas crianças, mais do que no primado da economia sobre a vida", disse, em discurso a autoridades letãs.

Além disso, Francisco elogiou a capacidade do país de "criar oportunidades de trabalho" e ressaltou que o índice de desenvolvimento humano também se mede pelo "poder de crescer e se multiplicar".

"O desenvolvimento das comunidades não se mede unicamente pela capacidade de bens e recursos da qual se dispõe, mas pelo desejo que se existe de gerar vida e criar futuro", acrescentou. A visita acontece no marco dos 100 anos do início da Guerra de Independência da Letônia, país onde a maioria da população é cristã (25% de luteranos, 21% de católicos e 11% de ortodoxos).

O Papa se reuniu também com o presidente Raimonds Vejonis. Sua viagem aos países bálticos terminará nesta terça-feira (25), na Estônia.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo