Mais mortos do que na guerra da Síria: América Latina é a região mais violenta do mundo

Por Wellington Botelho

"Dos 20 países do mundo com as maiores taxas de homicídios, 17 são na América Latina, assim como 43 do top 50 de cidades". A análise sombria do Wall Street Journal revela uma verdadeira tragédia latino-americana: a região é o lugar mais violento do mundo.

A América Latina abriga apenas 8% da população mundial e também 33% de seus homicídios.
Quase um em cada quatro homicídios ocorre em apenas quatro países: Brasil, Venezuela, México e Colômbia.

Rio de Janeiro REUTERS/Ricardo Moraes

No ano passado, um recorde de 63.880 pessoas assassinadas no Brasil, o México também bateu um recorde com 31.174 pessoas.

Como o jornal The Economist afirma, "no ano passado, 140.000 pessoas foram assassinadas na América Latina, mais do que o que foi perdido em todas as guerras do mundo em quase todos os anos deste século".

Mas qual é a razão para esses trágicos registros? A região "tem a maior brecha no mundo entre ricos e pobres […] e grande parte da economia é informal”, diz o relatório.

“Há poderosos grupos do crime organizado como os cartéis de drogas […] e as instituições […] são fracas e impregnadas de corrupção", finaliza.

Rio de Janeiro Ricardo Moraes/Reuters

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo