Parquinho infantil é fechado no Aclimação

Por Metro Jornal

O motoboy Gustavo Dornel, 22 anos, costuma frequentar o parque da Aclimação (zona sul) com a mulher Natalia e o filho Enzo, 2 anos. Na última terça-feira, eles tiveram uma surpresa: a área infantil onde costumavam levar o pequeno para brincar estava fechada.

Na frente, um informativo da Secretaria do Verde e Meio Ambiente explicava que a interdição se deveu ao resultado de laudos técnicos do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) que detectou a presença de parasitas comuns em fezes de animais domésticos em amostras dos brinquedos e da areia dos tanques. As três áreas estão, assim, fechadas desde 10 de setembro, sem prazo para reabrir.

Frequentador assíduo do local, o sonoplasta Omar Rogério Juliano, 43 anos, ficou sabendo na semana passada da interdição, mas só nesta semana, ao levar a filha Laura ao local é que soube o motivo. “A gente vem aqui sempre porque moramos pertinho”, afirmou. “Agora temos que esperar ficar ‘limpo’ né, fazer o quê.”

Para a dona de casa Daiana Ito, 36 anos, a decepção foi maior. “É a primeira vez que venho aqui, quis mostrar o parque a eles mas vimos agora que está fechado, foi uma surpresa para a gente”, afirmou, ao lado dos filhos Ana Mayumi, 8 anos, e, Daike, 4.

As análises foram feitas, segundo a secretaria informou em nota, depois de a administração do parque ter recebido denúncias da presença de fezes de animais na areia dos tanques.

De acordo com a pasta, foram encontrados parasitas que podem prejudicar a saúde humana, mas sem risco de morte. Além da interdição das áreas, foram providenciadas a desinfecção da areia e dos brinquedos e, depois, novas análises serão feitas.

Os parasitas poderiam causar alergias em contato com a pele e infecções intestinais se fossem engolidos.

Grande parte do problema é atribuído a gatos que frequentam o parque sem dono – há inclusive pessoas vistas alimentando os animais –, mas também animais que vão ao local com seus tutores iam aos tanques de areia.

A secretaria lembra que a prefeitura realiza campanhas contra o abandono animal e recomenda a posse responsável com a castração, vacinação e vermifugação, oferecidas gratuitamente pelo CCZ.   


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo