5 milhões não terão depósito de PIS/Pasep

Por Metro Jornal

Cerca de 5 milhões de cotistas do PIS/Pasep correntistas de banco privados não conseguirão receber o dinheiro automaticamente na conta. Para sacar o benefício, eles precisam ir a uma agência da Caixa, no caso de trabalhadores privados, ou do Banco do Brasil, se for servidor público.

Na semana passada, Bradesco, Itaú, Santander, Bancoob, Sicred, Banestes, BRB e Mercantil começaram a depositar as cotas nas contas de seus clientes. Essas instituições fecharam acordo de cooperação com a Caixa e o BB para realizar o crédito.

A estimativa inicial do governo era que 6,5 milhões de clientes desses bancos poderiam receber o depósito automático. Devido a problemas cadastrais, no entanto, apenas 1,5 milhão vão conseguir o crédito em conta.

“Os outros 5 milhões de correntistas, devido a algum problema cadastral, devem ir pessoalmente atrás do benefício, consultando os sites da Caixa e do Banco do Brasil e se dirigindo às agências desses dois bancos”, informou o Ministério do Planejamento.

Para o saque nas agências, é preciso apresentar um documento com foto. Quem tiver menos de 60 anos deve ficar atento ao prazo de saque, que termina no próximo dia 28.  Após a data, somente cotistas com idade superior a 60 anos, aposentados, herdeiros e demais casos previstos em lei continuarão com o direito de resgatar o dinheiro dos fundos.

Entre outubro de 2017, início da flexibilização da idade dos cotistas para pagamento de cotas de PIS/Pasep, até o dia 9 de setembro, quando a medida já valia para os cotistas de todas as idades, 15,1 milhões do total de 28,5 milhões sacaram o dinheiro. De R$ 42,2 bilhões, R$ 16,4 bilhões foram resgatados no período.  

Arte / PIS Arte / Metro Jornal
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo