Ônibus intermunicipais são piores que municipais, mostra avaliação

Por Metro Jornal

Avaliação feita por usuários por meio de um aplicativo desenvolvido pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) mostrou que o sistema de ônibus intermunicipal da Grande São Paulo é pior do que o municipal da capital.

Pelo app MoveCidade, os passageiros avaliam, com notas de 0 a 10, quesitos como limpeza, fluidez, segurança dos veículos e lotação. Em todos eles, a rede que serve as cidades vizinhas e as liga à capital foi mais mal avaliada do que o sistema da cidade de São Paulo.

A pior nota dos ônibus intermunicipais foi para lotação: 3,86. Na rede municipal, o quesito teve 5,48.

“O serviço intermunicipal tem contratos antigos e sistemas mais degradados, além de ônibus mais antigos”, avalia Rafael Calabria, pesquisador de mobilidade do Idec. Para Calabria, um dos principais pontos é a falta de corredores, que dariam maior velocidade aos coletivos –a Grande São Paulo tem apenas dois. “Na Raposo Tavares, há um movimento pedindo uma faixa exclusiva há bastante tempo, mas ele não caminha.”

Contatada por e-mail, a Secretaria de Transportes Metropolitanos, responsável pelo serviço pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), não respondeu até o fechamento desta edição.

artbuso
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo