Mauá: Prefeito Atila Jacomussi fala pela primeira vez após prisão

Por Metro ABC

Um dia após retornar oficialmente ao cargo de prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB) prometeu mudanças no secretariado e atenção especial à Saúde.

Foi o primeiro pronunciamento público desde sua prisão, em maio, durante a operação Prato Feito, que apura irregularidades na compra de merenda no estado. Ele nega ter cometido crimes.

O prefeito foi solto um mês depois, mas a Justiça o impediu de retornar ao cargo. A volta ocorreu na quarta-feira após decisão um dia antes do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes liberando o trabalho do acusado na prefeitura.

Durante a ausência, quem comandou a cidade foi a vice, Alaíde Damo (MDB), que demitiu aliados de Jacomussi, encerrou contratos e decretou estado de calamidade financeira na cidade. “Não quero avaliar a administração dela (Alaíde), quem tem que fazer isso é o povo”, disse ontem. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo