São Caetano tem o combustível mais caro da região do ABC

Por Metro ABC

São Caetano é a cidade que possui o combustível mais caro do ABC. A média do preço da gasolina na última semana foi de R$ 4,32 por litro no município. Em comparação com Santo André, por exemplo, o valor é R$ 0,13 mais alto. Em relação ao etanol, a diferença é a mesma, R$ 2,55 em São Caetano, ante R$ 2,42 em Santo André.

O levantamento foi realizado pela reportagem do Metro Jornal a partir de dados divulgados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). O órgão mediu o valor cobrado em postos de combustíveis na região durante as últimas quatro semanas.

O preço da gasolina e do etanol em São Caetano também é maior que o da capital: R$ 0,03 e RS 0,05, respectivamente, mais caro. A média da semana passada em São Paulo foi de R$ 4,29 e R$ 2,50. Veja a tabela completa.

artabc

O valor mais alto registrado nas bombas de São Caetano foi de R$ 4,59 durante o período. Nesse quesito, o município é superado por Santo André, onde um dos locais analisado chegou a cobrar R$ 4,99 por litro de gasolina. O menor preço também foi registrado em um posto andreense, R$ 3,69.

A pesquisa da ANP visitou 26 postos em Santo André, 20 em São Bernardo, 13 em São Caetano e cerca de 180 na capital.

De acordo com o economista e professor da escola de negócios da USCS (Universidade Municipal de São Caetano) Sandro Maskio, o preço elevado praticado na cidade pode ser explicado por dois fatores: tamanho do município e renda média da população.

“São Caetano é uma cidade pequena e tem um nível de concorrência menor. Isso faz com que a pressão no preço não seja tão presente como nas outras cidades da região”, diz.

Maskio também acrescenta que o poder econômico dos moradores da cidade influência no valor cobrado. “Há uma homogeneidade no ponto de vista da condição de vida das famílias. Com isso, o fator preço não é tão importante e menos intenso que nas cidades com grandes áreas periféricas”, analisou.

O presidente do Regran (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo) ABC, Wagner de Souza, afirma que o preço varia entre cidades porque as distribuidoras praticam preços distintos. “Existem nichos de mercado com concorrências estabelecidas de forma diferente”, disse.

Câmbio interfere

Segundo Maskio, o preço alto da gasolina em São Caetano e em todo o país tem relação com o valor do dólar. “O Brasil exporta petróleo bruto e importa o combustível refinado. Com o dólar alto, o preço sobe para o consumidor final”, explicou o economista.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo