Morador de Santo André deixa de ir a 40% das consultas

Por Metro ABC

Cerca de 65 mil pacientes de Santo André deixaram de comparecer a consultas e exames na rede pública de saúde apenas no primeiro semestre deste ano. O número, informado pela prefeitura, representa praticamente metade das solicitações que chegaram aos postos de saúde.

Faltaram aos agendamentos 40% dos pacientes com consultas agendadas, de total de 54 mil pedidos. Entre as especialidades com mais ausências sem aviso prévio estão neurologia (58% de faltas), dermatologia (55%) e ortopedia (39%).

Quanto aos exames, 44% das 98 mil pessoas que tinham procedimento marcado deixaram de comparecer, com destaque para ultrassom de mamas (45% de ausências), ultrassom transvaginal (45%) e endoscopia (36%).

A estudante Natália Coelho, 33 anos, está entre as desistências no período. Ela conta que não compareceu a uma consulta com dermatologista por conta do longo tempo aguardando. A jovem diz que procurou a unidade do Jardim Carla em outubro do ano passado após perceber manchas vermelhas na pele. “Eles marcaram para fevereiro deste ano. Mas não podia aguardar tanto tempo. Por isso tive de recorrer a rede particular. Acho que é o que acontece com muita gente”, afirma.

Questionada pela reportagem, a prefeitura preferiu não levantar hipóteses para as faltas da população e não se manifestou sobre o tempo de espera para as consultas.

Para amenizar problemas causados pelas faltas, a administração adotou procedimento de “overbooking”, termo em inglês utilizado quando se oferta mais do que a capacidade. “Já contando com essas faltas, nós fazemos alguns agendamentos a mais. Por exemplo, numa agenda com 10 vagas, se a gente sabe que em média faltam duas pessoas, vamos agendar duas a mais, sempre respeitando o limite de atendimento dos profissionais. De qualquer forma, mesmo se comparecerem os 12 pacientes marcados, todos serão atendidos. Essa foi uma medida necessária para diminuir a perda de vagas por conta das faltas”, explica o assessor técnico de Gestão Estratégica, Victor Oliveira Chiavegato.

A prefeitura pede também que pacientes que não possam comparecer informem a unidade com pelo menos 15 dias de antecedência. Desta forma, a Regulação Ambulatorial pode remarcar outra pessoa.

Quem cancela exames e consultas pode remarcar a data posteriormente.

A lista completa com os telefones das unidades de saúde pode ser conferida no site da prefeitura: www.santoandre.sp.gov.br.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo