Gasolina e diesel já estão mais caros nos postos

Por Metro Jornal

Os reajustes dos preços da gasolina e do diesel nas refinarias chegaram ao bolso do consumidor. Segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), divulgado na noite desta segunda-feira, na última semana, a gasolina teve um aumento de 1,77%, atingindo R$ 4,525 o litro nos postos. Já o diesel subiu 3,44%, para um valor médio de R$ 3,489.

A alta da gasolina ocorre após sucessivas elevações de preços nas refinarias desde 18 de março seguindo a política de reajustes diários da Petrobras. Na quinta-feira passada, a empresa passou a adotar um mecanismo de hedge (proteção, no jargão técnico do mercado financeiro), que permite o congelamento do preço do combustível por até 15 dias. Desde então, o valor nas refinarias permanece em R$ 2,2069 por litro.

No caso do diesel, o aumento nas bombas reflete o reajuste de 13% anunciado pela ANP a partir do dia 31 de agosto. Com isso, o valor do combustível nas refinarias passou de R$ 2,0316 para R$ 2,2964 por litro.

O preço diesel nas refinarias estava congelado desde o final de maio, quando o governo anunciou o programa de subsídio ao combustível para encerrar a greve dos caminhoneiros. Até o final do ano, são esperados reajustes mensais dos preços estabelecidos pelo programa.

O levantamento da ANP mostra que o preço do etanol também subiu nos postos do país. Na semana passada, o litro custava, na média do país, R$ 2,690, uma elevação de 2,44%.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo