Papa Francisco manda sorvetes para migrantes resgatados no mar

Por Ansa

O papa Francisco enviou nesta quarta-feira (5) sorvetes para as dezenas de migrantes acolhidos em uma estrutura da Igreja Católica em Rocca di Papa, cidade de 17 mil habitantes situada nos arredores de Roma, capital da Itália.

Leia mais:
Japão começa trabalho de recuperação após tufão que deixou 11 mortos
Fragmentos achados podem ser de Luzia

O presente foi enviado pelo cardeal Konrad Krajewski, "esmoleiro" do Pontífice, ou seja, o responsável por suas ações de caridade. "É uma bênção do Santo Padre para eles [os migrantes]", declarou o religioso, explicando o motivo de sua visita.

Krajewski também doou a todos os presentes uma imagem de Francisco. "O desejo é que eles encontrem aqui, na Itália, em todo lugar, um coração cristão generoso e que se sintam finalmente em casa", acrescentou.

No fim de agosto, o centro de acolhimento "Mundo Migliore" ("Mundo Melhor"), que costuma ser usado por peregrinos, acolheu cerca de 100 dos 177 migrantes resgatados no Mediterrâneo pelo navio Diciotti, que acabara bloqueado por cinco dias no Porto de Catânia pelo ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini.

O secretário da Liga só permitiu o desembarque dos deslocados internacionais após a Igreja, a Irlanda e a Albânia terem prometido acolhê-los. A chegada dos migrantes causou tensão em Rocca di Papa, com protestos de neofascistas e contramanifestações da esquerda.

Das 100 pessoas levadas ao "Mundo Migliore", apenas 35 permanecem na estrutura – as outras já foram transferidas para várias dioceses italianas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo