Macri anuncia pacote anticrise para a Argentina

Por Metro Jornal

Em um discurso de 14 minutos transmitido em rede nacional de televisão, o presidente argentino, Mauricio Macri, anunciou na segunda-feira (3) um pacote de medidas de austeridade com novas taxas e cortes ministeriais para conter a crise econômica que atinge o país.

O mandatário afirmou que o objetivo das medidas é “renovar o compromisso em avançar rumo ao equilíbrio das contas públicas”.

Macri anunciou que os ministérios do país serão “reduzidos pela metade”, sem especificar quais pastas serão eliminadas. A taxação das exportações também está entre as medidas a serem adotadas.

Leia mais:
Papa Francisco critica quem ‘busca escândalo’ na ala conservadora da Igreja
Nenhum estado bate meta do Ideb no ensino médio

O discurso foi transmitido antes da abertura dos mercados, para tentar conter a valorização do dólar, que chegou a ser vendido por 42 pesos na última sexta-feira. Após o anúncio do pacote, a cotação do dólar permaneceu estável, na casa dos 38 pesos.

O Ministério das Finanças ainda confirmou que uma equipe do governo viajará a Washington para tentar antecipar o empréstimo de US$ 50 bilhões acordado pelo país com o FMI (Fundo Monetário Internacional) para 2019. Os fundos só deveriam ser liberados entre 2020 e 2021. “Freamos o caminho em que nos converteríamos em uma Venezuela”, afirmou Macri.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo