Forte tufão atinge oeste do Japão e deixa ao menos 6 mortos

Por Reuters

O Japão emitiu alertas de retirada para mais de 1 milhão de pessoas e cancelou centenas de voos à medida que o tufão Jebi atingiu o oeste do país nesta terça-feira, deixando ao menos seis mortos.

Leia mais:
Macri anuncia pacote anticrise para a Argentina
Papa Francisco critica quem ‘busca escândalo’ na ala conservadora da Igreja

Jebi, cujo nome significa “engolir” em coreano, é a mais recente adversidade climática a atingir o Japão após chuvas intensas, deslizamentos de terra, enchentes e temperaturas recordes que deixaram centenas de mortos nos últimos meses.

Imagens de televisão mostraram ondas batendo na costa, chapas de metal caindo em um estacionamento, carros capotados e uma grande roda-gigante girando sozinha com o vento.

Com a chegada do tufão, um homem de 71 anos foi encontrado morto debaixo de um armazém que desmoronou, provavelmente devido aos fortes ventos, e um outro homem, também com cerca de 70 anos, morreu após cair do telhado de um casa, reportou a televisão pública NHK, acrescentando que mais de 90 pessoas ficaram feridas.

Segundo a emissora TBS, seis pessoas morreram com a chegada do tufão.

Em algumas áreas, o nível das marés é o mais alto desde um tufão em 1961, segundo a NHK, com águas cobrindo as pistas do Aeroporto internacional Kansai, em Osaka.

“Essa tempestade é super (forte). Espero conseguir chegar em casa”, disse uma moradora de Hong Kong à NHK, no aeroporto.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo