Cinzas do Museu Nacional vão parar a quilômetros de distância

Por BandNews FM

Vinte milhões de itens foram transformados em cinzas no incêndio que atingiu o Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro no final da noite do último domingo (2). Algumas delas viajaram pelos ares por quilômetros de distâncias e invadiram algumas residências da região.

Leia mais:
Manifestantes se concentram em frente ao Museu Nacional, no Rio
Imprensa internacional repercute incêndio no Museu Nacional no Rio

Um ouvinte da Rádio BandNews FM, Leonardo de Albuquerque, mora na rua Visconde de Niterói, na Mangueira, relatou que encontrou cinzas de restos do acervo do museu. Pedaços de papéis queimados do incêndio foram encontrados por ele dentro de casa.

Parte da história foi perdida no incêndio que acometeu a mais antiga instituição histórica do país, fundada por Dom João VI, em 1818.

As autoridades presentes durante o combate ao fogo avaliam que o acervo, que conta com cerca de 20 milhões de peças desde o período jurássico, foi praticamente todo destruído.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo