TSE nega candidatura de Lula à presidência

Por Metro Jornal

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou nesta sexta-feira o registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República e decidiu que o petista não poderá disputar o cargo nas eleições de outubro, em decisão baseada na Lei da Ficha Limpa. O placar final foi 6 a 1.

Votaram contra o registro o relator, Luís Roberto Barroso, e os ministros Jorge Mussi, Og Fernandes,  Admar Gonzaga, Tarcísio Vieira e Rosa Weber. Edson Fachin votou a favor.

Lula foi condenado na Lava Jato e está preso desde 7 de abril na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, em função de sua condenação a 12 anos e um mês de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, na ação penal do caso do tríplex em Guarujá (SP).

Agora, o PT tem até o dia 17 de setembro para apresentar um novo nome para encabeçar sua chapa, que tem o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como vice.

O advogado eleitoral e ex-ministro do TSE Marcelo Ribeiro alerta que o PT fica fora da campanha partidária de rádio e TV até indicar o substituto de Lula. O horário eleitoral gratuito na TV e rádio começou nesta sexta-feira (31).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo