‘Galeria’ com quadros expostos se mostra na avenida dos Bandeirantes

Por Metro Jornal

O endereço é fácil: embaixo do viaduto dos Bandeirantes, no sentido rodovia dos Imigrantes, à direita. O cenário é uma mistura de casa e galeria e fica difícil passar despercebido.

Para quem olha de fora da grade, quadros, brinquedos, CDs e fitas cassete estão em exposição, mas ninguém parece estar vigiando o local. Uma palma, duas, e o responsável aparece: Antônio Rodrigues, 49 anos, trabalha com reciclagem.

No meio do que alguém considerou lixo, ele encontra seus “tesouros” e leva para casa, um espaço montado no fundo da galeria.

Leia mais:
Bienal do Livro: narrativa das histórias em quadrinhos reúne grandes nomes nesta 4ª
Exposição sobre a rodovia Fernão Dias revela cenas de um Brasil visto de passagem

Quem ajuda a rechear o espaço é Juliana Machado, 35 anos e seu marido, Edmilson. Ela conta que algumas peças também são doações e que é difícil definir qual foi o objeto mais legal que já encontraram. “Passou muita coisa por aqui”, disse.

Antônio e Juliana contam que escolheram morar ali pela segurança. “É melhor do que estar no meio da rua”, relatam. Com as vendas, Antônio quer arrumar os dentes para conseguir um emprego, talvez voltar a trabalhar como cozinheiro. Juliana pensa em conseguir uma casa para a família.

'Paradinha' na Bandeirantes

Para visitar a galeria, é só chegar. Os preços são baixos e combinados na hora. A variedade ajuda a levar algo para casa, mas, mesmo que não goste de nada, ainda vale a conversa e a boa recepção.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo