Com 208 km de filas, trânsito em SP tem novo recorde no pico da manhã

Por Metro Jornal

A segunda-feira (6) começou como uma prova de paciência para o paulistano. Com chuva desde o início do dia e pequenas ocorrências de acidentes, o trânsito da cidade parou.

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), às 9h30, a cidade de São Paulo acumulava congestionamentos em 208 dos 868 quilômetros de vias monitoradas pelo órgão – o que equivale a 24% das vias. Para se ter uma noção, na capital a média de trânsito para o horário é entre 60 e 100 quilômetros.

Leia mais:
Mutirão do Emprego reúne duas mil pessoas no centro de São Paulo
Trânsito: São Paulo amanhece com lentidão nas principais vias da capital

A marginal Pinheiros foi uma das mais afetadas, com 10 quilômetros de filas no sentido rodovia Castelo Branco (SP-280), entre a ponte Ary Torres e o Cebolão. A avenida dos Bandeirantes, na zona sul, teve lentidão em quase toda a sua extensão no sentido rodovia dos Imigrantes.

Este foi o pior trânsito da capital paulista no período da manhã em 2018, segundo a companhia. Segundo a CET, as chuvas e o alto número de veículos nas ruas, motivado pela volta às aulas, pode ter causado o congestionamento. O recorde anterior havia ocorrido no dia 21 de maio, com 154 quilômetros.

Clima

O clima em São Paulo não ajudou na motivação no começo da semana. A chuva na cidade começou cedo, às 4h30. De acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), em apenas seis dias, a cidade acumulou 22,5 mm, o que representa 78,4% do esperado para todo o mês (28,7 mm).

Na madrugada, segundo o CGE, a temperatura chegou a 12,7ºC. A previsão do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) é de que a máxima não passe dos 17ºC.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo