Onde tomar a vacina contra o sarampo? Encontre o local mais próximo em São Paulo

Por Metro Jornal, com Agência Brasil

Começou nesta segunda-feira (6) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Pólio e o Sarampo. Crianças com idade entre 1 e 5 anos incompletos (4 anos e 11 meses) devem receber as vacinas. O grupo faz parte do público-alvo da campanha, que será imunizado contra a poliomielite (também conhecida como paralisia infantil) e a Tríplice Viral, que, além do sarampo, também imuniza contra a caxumba e a rubéola.

Os locais de vacinação podem ser conferidos pelo aplicativo Busca Saúde, da Prefeitura de São Paulo. Depois de acessar o link (http://buscasaude.prefeitura.sp.gov.br/), basta informar um endereço de referência (pode ser o da sua casa, por exemplo) e selecionar a opção "Vacinação", no canto direito da tela. Após alguns instantes, estarão disponíveis os pontos mais próximos de você.

Leia mais:
Brasil já registra mais de mil casos de sarampo em 2018
Quem deve se vacinar contra o sarampo e a poliomielite

É importante ressaltar que mesmo as crianças que já estão com esquema vacinal completo devem ser levadas aos postos de saúde para receber mais um reforço. No caso da pólio, crianças que não tomaram nenhuma dose ao longo da vida devem receber a VIP (Vacina Inativada Poliomielite). As que já tomaram uma ou mais doses devem receber a VOP (Vacina Oral Poliomielite), na forma de gotinha. E, para o sarampo, todas devem receber uma dose da Tríplice Viral – desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

A meta do governo federal é imunizar 11,2 milhões de crianças e atingir o marco de 95% de cobertura vacinal nessa faixa etária, conforme recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Em São Paulo, a ação foi antecipada no último sábado, quando todas as unidades de saúde do município estiveram abertas das 8h às 17h. O Dia D de mobilização nacional ocorre no dia 18 deste mês, um sábado, mas a campanha segue até 31 de agosto.

campanha vacina sarampo polio prefeitura de sp Veja o folder da campanha no município de São Paulo / Divulgação/Prefeitura de São Paulo
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo