Projeto prevê bonde no centro de SP e menos vagas de estacionamento

Por Estadão Conteúdo

No entorno de polos comerciais do centro de São Paulo, como as ruas Santa Ifigênia e 25 de Março, a Prefeitura estuda limitar a oferta de vagas de estacionamento, o que pode resultar na criação de bolsões com edifícios-garagem e a redução de vagas perto do meio-fio.

Leia mais:
Universidade do Rio Grande do Sul abre disciplina sobre ‘felicidade’
Mesmo com nova lei, muitos motoristas ainda desrespeitam vagas reservadas

A propostas faz parte do projeto da Prefeitura de São Paulo que pretende levar ao menos mais 140 mil novos moradores para 11 distritos do centro expandido. A propostas deve ser levada à câmara Municipal em 2019.

A ideia também é ampliar as áreas de desembarque e carga e descarga. Perto dessas áreas, o estudo propõe melhorias viárias, o que inclui alargar vias fora do miolo comercial, como as Avenidas do Estado e Celso Garcia.

Bonde

Entre os estudos de transporte público está um projeto de linha circular de bonde, desenvolvido pelo escritório Jaime Lerner e já anunciado pelo ex-prefeito João Doria (PSDB) em 2017. O veículo passaria em dois circuitos, que envolvem espaços culturais, polos comerciais e outros pontos atrativos do centro, conectados a estações de metrô e trem.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo