'Quando juiz trabalha nas férias, também criticam', brinca Moro

Por Estadão Conteúdo

Em fórum promovido pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta quarta-feira, 25, o juiz Sérgio Moro declarou que "sempre" agiu com "absoluta transparência". O magistrado da Operação Lava Jato se referiu ao episódio em que o desembargador Rogério Favreto, no dia 8 de julho, mandou soltar duas vezes o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante o plantão judiciário.

A primeira decisão de Favreto não foi acatada por Moro, que encaminhou o caso ao relator no Tribunal Regional na 4ª Região (TRF-4), João Pedro Gebran Neto. O juiz da Lava jato, que estava em férias, afirmou que o desembargador era "absolutamente incompetente" para contrariar decisões colegiadas do Supremo e do TRF-4.

As decisões em série se tornaram alvo do ministro corregedor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), João Otávio de Noronha, que intimou os desembargadores Rogério Favreto e João Pedro Gebran Neto e o juiz Sérgio Moro para prestar informações sobre o episódio no TRF-4.

Nesta quarta-feira, Moro afirmou que já apresentou sua resposta ao CNJ. O juiz ainda falou sobre o fato de ter tomado uma decisão no período de férias. Segundo o magistrado, muito se reclama que juízes têm ferias demais. "Quando juiz trabalha nas férias, também criticam", brincou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo