Ex-PM suspeito de estar no carro dos assassinos de Marielle Franco é preso no Rio

Por Estadão Conteúdo

Um ex-policial militar acusado de estar no carro do qual criminosos dispararam contra a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e o motorista Anderson Gomes foi preso no Rio de Janeiro nesta terça-feira (24), segundo o jornal "O Globo".

A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) prendeu Alan de Morais Nogueira, conhecido como Cachorro Louco, por outro caso. Ele é acusado de participar dos homicídios de um PM e um ex-PM em Guapimirim, na Baixada Fluminense, em fevereiro de 2017, a mando de Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando da Curicica, líder de uma quadrilha de milicianos.

Ainda de acordo com a publicação, a informação sobre o envolvimento de Nogueira no crime partiu do mesmo delator que apontou que ele estava no carro dos assassinos da vereadora.

Respostas
A família de Marielle Franco, junto com a Anistia Internacional, divulgou no último dia 14 um vídeo cobrando respostas sobre o assassinato da vereadora, quatro meses após ao assassinato da parlamentar e do motorista. Marielle e Anderson Gomes foram mortos a tiros no dia 14 de março.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo