Polícia prende chefe do PCC no Paraguai

Por Lucas Jozino/Rádio Bandeirantes

A polícia do Paraguai prendeu o chefe do PCC no país. Eduardo Aparecido de Almeida, conhecido como Pisca, coordenava a rota do tráfico de drogas no Paraguai e na Bolívia para a facção.

Durante a prisão, os policiais apreenderam veículos importados e 100 mil dólares na mansão em que ele morava, em Assunção.

Com Pisca, também foram presos o brasileiro Ricardo Moraes Alves, um suposto colaborador próximo do PCC, e o policial paraguaio Carlos Alfredo Mendoza, que é acusado de fornecer documentos falsos ao criminoso.

Eduardo Aparecido de Almeida é suspeito de participar do mega-assalto de 11 milhões de dólares da transportadora de valores Prossegur na Ciudad del Este, em abril do ano passado, que, segundo o Ministério Público, também tem envolvimento do PCC.

Em São Paulo, ele foi preso, em 2006, sob a acusação de ter sequestrado a mãe do jogador Kleber Carvalho Correia, que na época era lateral esquerdo do Santos.

Ele é procurado no Brasil por ligação ao tráfico de drogas e armas, associação criminosa, sequestro e homicídios.

 

Capturan a jefe regional del PCC en Asunción.Tras un intento de fuga, EDUARDO APARECIDO DE ALMEIDA, alias Piska, fue…

Posted by Secretaría Nacional Antidrogas – SENAD on Wednesday, July 18, 2018

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo