Quem estiver fora da cidade nas eleições pode votar; veja como

Por Metro Jornal

Eleitores que estiverem fora de sua cidade ou até do estado de São Paulo durante as eleições de outubro poderão se cadastrar para realizar o voto em trânsito a partir desta terça-feira. No estado de São Paulo, o voto em trânsito será possível às pessoas que, no dia do pleito, forem estar na capital e em outras 53 cidades com mais de 100 mil eleitores cadastrados, como São Bernardo, Santo André e Campinas, de acordo com o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo).

O prazo para se cadastrar vai até 23 de agosto. É possível pedir o voto em trânsito somente no primeiro turno, em 7 de outubro, só para o segundo, no dia 28 do mesmo mês, ou para os dois turnos. Mas, ao pedir a transferência, a pessoa não poderá votar em sua seção original.

Para fazer a solicitação, segundo o TRE-SP, o interessado deve ir a qualquer cartório eleitoral e apresentar documento oficial com foto. A modalidade é útil para quem se mudou de cidade e não transferiu o título ou para aqueles que estarão viajando no dia da votação.

Ela vale em quatro hipóteses: eleitores em trânsito no território nacional; eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida; presos provisórios e adolescentes em unidades de internação; e militares, agentes de segurança pública e guardas municipais em serviço.

urna eleições voto em transito arte
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo